MENU
Equipes retiram 7 mil metros cúbicos de terra na BR-376 e buscas por vítimas avançam
02/12/2022 11:38 em NOTICIAS

As equipes do Corpo de Bombeiros e da concessionária Arteris Litoral Sul conseguiram avançar, na madrugada desta quinta-feira (1), na limpeza da pista da BR-376 no sentido norte, o que deve permitir o avanço na operação, que já dura mais de 50 horas ininterruptas. Cerca de 7 mil metros cúbicos de massa terrosa foram retirados do local, informa o boletim divulgado às 10h30 pelo gabinete de crise que acompanha a ocorrência.

O maquinário pesado de guincho e caminhões ainda está no local, auxiliando na garantia dos acessos às áreas de busca e resgate pelas equipes especializadas. Também está em andamento o serviço de drenagem dos pontos alagados para mitigar riscos de novos desmoronamentos no local do incidente.

O Corpo de Bombeiros iniciou nesta quinta-feira as operações na região mais sensível da ocorrência, que é a parte em que a massa de terra deslocou alguns veículos, inclusive caindo sobre eles. A área conta com uma extensão de aproximadamente 4,5 mil metros quadrados e o volume de terra a ser removido tem aproximadamente 5 mil metros cúbicos.

Os serviços agora passam pela estabilização da segurança para os trabalhos das equipes. Elas irão iniciar a fase de busca por setores onde serão feitas varreduras em todos os veículos, além da continuidade no processo de remoção de resíduos.

A Polícia Científica segue auxiliando os trabalhos de levantamento de possíveis desaparecidos. Agora que grande parte de massa de terra da parte superior do incidente foi removida, a estimativa de potenciais vítimas foi reduzida para menos de 30 pessoas. Este número tem como base os dados concretos que o comando do incidente possui, como a redução de veículos encontrados em relação às projeções iniciais, e pode ser alterado à medida que novas informações vão sendo coletadas.

Por causa do grande volume de terra, ainda não é possível especificar com exatidão a quantidade de veículos e vítimas que podem estar soterrados no local.

PESSOAS DESAPARECIDAS

Familiares e amigos de pessoas que possam ter desaparecido nesse local devem entrar em contato com a Central de Atendimento disponibilizada pela Polícia Científica, pelo telefone (41) 3361-7242. O serviço é 24 horas. Além disso, é possível obter outras informações sobre o evento pelos telefones da Centro de Operações Cidade da Polícia 0800-282-8082.

OUTRAS OCORRÊNCIAS

As chuvas fortes no Litoral e na Região Metropolitana de Curitiba também causaram inundações, enxurradas, alagamentos e deslizamentos em outras cidades. De acordo com o boletim de ocorrências divulgado às 9h15 desta quinta-feira (1) pela Defesa Civil, subiu para 12 o número de cidades atingidas, com 4.280 pessoas afetadas.

 

Até o momento, 1.057 pessoas permanecem desalojadas e 22 desabrigadas. Os eventos destruíram uma casa em Antonina, no Litoral, e danificaram outras 647. As cidades atingidas foram Antonina, Araucária, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Curitiba, Guaraqueçaba, Guaratuba, Itaperuçu, Morretes, Piraquara, Quatro Barras e São José dos Pinhais.

BR-277

A BR-277, que também foi atingida por deslizamento, foi liberada parcialmente nesta quarta-feira. A pista passou por limpeza e melhorias, ficando liberada em pista simples do km 39,5 ao km 42, tanto no sentido Curitiba – Paranaguá quanto no sentido Paranaguá – Curitiba.

Credito: Romeu Jr 

COMENTÁRIOS