Cuba desenvolve remédio que promove a cura de chineses com coronavírus
13/03/2020 09:29 em Novidades

Medicamento produzido por laboratório cubano pode ter curado mil e 500 pessoas infectadas por Covid-19 na China. Conhecido como Interferon Alfa 2 B, o remédio está entre os 30 escolhidos pelo governo chinês para combater a condição respiratória dos pacientes.

Seu uso impede que pessoas com possibilidade de ter o quadro agravado ou complicado cheguem a um estágio mais grave que pode levar à morte. O presidente de Cuba, Miguel Días-Canel, comemorou o sucesso do medicamento na rede social Twitter.

Ele destaca a transferência de tecnologia para a China, onde o remédio é produzido desde 25 de janeiro. O Interferon Alfa 2 B também é usado no tratamento de infecções provocadas pelo HIV; papilomatose respiratória causada por papiloma humano; condiloma acumulado; hepatites B e C e em terapias contra vários tipos de câncer.

COMENTÁRIOS